domingo, 17 de março de 2013

Máscaras




Usar maquiagem é como estar preparada pra guerra. Você sempre pode e deve estar. Mas ninguém precisa saber o quanto. 

Dear, isso não é Maquiavel. É Sun-Tzu para mulheres que vivem e correm. Como lobas.
                                                                                    Maria Lemke

sexta-feira, 8 de março de 2013

Provador


Talvez um dia eu possa achar legal o dia “8 de março”, mas não. Acho um saco essas datas ditas especiais. P***

(mulher chic não fala palavrão – usa asteriscos).

Afinal, não seria melhor todos os dias serem especiais? Ainda não me libertei disso? – mas, deveria? Talvez um dia eu consiga... ou não

(ok, este post não é uma tentativa, fracassada, de autoajuda bloguística – ok, desculpe tb o neologismo...ok, desculpe também tantas desculpas).

Era um dia qualquer, desses de chuva que tiram o sono, dão mofo na roupa, no pão... a quase penetrar nos pensamentos...

Eu tinha acabado de sair do divã. Minha terapeuta concluiu "vc está bem melhor". Contei-lhe a história de um reencontro que tive. A bem da verdade, se não me deixou, fez-me sentir, mais bonita

(ok, vou pular esta parte)

Saí de lá com uma sensação boa. Estava me libertando do divã. Não que seja um lugar de opressão. Mas talvez não seja de liberdade...

(ok, também não vou escrever sobre isso)

Lembro-me que, entre chuvas, lenços e guarda-chuvas, era o dia que quis lingerie nova. Não era nenhuma data especial. Não tinha ninguém pra quem vestir...

Estava só. Na rua, no mundo...

(ok, já disse que não vou me lamuriar)

Andava, andava e andava (queria uma lingerie). Dia de ideia fixa.

Aff...

Havia entrado em várias lojas.

E vi lingeries de todas as cores: preta, branca, vermelha, azul piscina, um verde lindo! Aqueles de “oncinha” que até hj não consigo definir...

e, óbvio, a pior cor do mundo  - dizem os homens - o cor da pele...conhecido como melhor anticoncepcional. 
Recentemente li que uma das apresentadoras de um programa humorístico diz só usar sutiã dessa cor...Aff, pobre dela, até eu já me libertei disso...

(ok, nada de falar das preferências alheias)

Estilos? os mais diversos: o básico (normalmente feio e comportado); para encontros especiais (tanguinhas fio dental. Dizem que deixa os homens doidos, mas será? - homens são conteudistas, pouco vêem o invólucro que tão cuidadosamente escolhemos

Verdade seja dita: quem nunca teve a sua arrancada sofregamente e ficou a se perguntar se o dito chegou a reparar na maciez da renda? 

(ok, o post não é sobre o que acontece na hora H, tampouco os homens acham sobre lingerie e qual a melhor ocasião pra usar determinado estilo, cor e blá blá blá - cada uma na sua pqe o título do post é "provador"

Bem, mas voltando ao dia de ideia fixa...

Então, entrei na enésima loja e olhei, olhei e olhei, e uma me agradou deveras - o preço???? 189,90 dinheiros!!!!!!!!!!! ahhhhhhh, desdita!!!!!!!!!!!

ok, meus dinheiros não comprariam aquela lingerie e me recusei a pagar em suaves prestações a perder de vista.

Prove disse a vendedora!

hummmpf pensei 
mas era tão lindaaaaaaaaaaaaaaa

Não resisti, provei!

(ok, o post não é sobre se lamuriar do preço e de como as vezes pensamos no "leite das crianças")

A sorte, ou azar, foi que meu lado homo economicus falou bem alto... fora isso ainda tinha o espelho...  cruel juiz a dar o veredicto.

(ok,  chega dessa conversa, post muito longo fica chatinho...)

O post é pra todas as mulheres que se acham mais gordas do que são, descobrem mais celulites do que achavam que tinham... as que pagam as próprias contas - e para as que não pagam - para aquelas que se sentem incapacitadas de investir numa lingerie tão bacana dando a esfarrapada desculpa "ninguém vai ver", ou ficam cheias de falsos recatos “hummmm esse modelo está muito putinha” - pausa para uma pergunta que não quer calar: quando vc vai ter coragem de se deixar vir à tona???



Enfim, se vc teve saco de ler até aqui, no dia 8 – ou em qualquer outro dia – é dia de quebrar espelhos, tabu de nossas dores

estes espelhos - ahhhhhhhhhhhhhh, estes espelhos!



PS: Marx, se usasse saias e fosse feminista avant la lettre diria: “mulheres de todos os povos, uni-vos contra o implacável espelho do provador."